Alerta: Violência contra a mulher !

     Olá minhas queridas e queridos, como a maioria que entra nesse blog são as mulheres, o post de hoje é sobre um assunto muito sério, essa violência desenfreada contra as mulheres, você deve assistir diariamente casos e mais casos sobre isso na televisão, parece que a cada dia aumenta esse tipo de crime. E se engana quem pensa que isso só acontece com mulheres pobres, muitas são as financeiramente resolvidas que também sofrem agressão de seus próprios maridos. Sim, a violência é em grande maioria doméstica, acontece dentro dos lares.


     A ONU (organização das nações unidas) publicou dados que afirmam que a cada dez mulheres, uma já sofreu algum tipo de agressão até os vinte anos de idade. São cerca de 120 milhões de mulheres em todo o mundo. No Brasil a situação é grave, mas em muitos países como Japão e Índia, se uma mulher for agredida por seu marido por exemplo, isso é normal. Mas a situação tem mudado, as mulheres não estão aceitando mais essa forma de conduta, a maior resistência é por parte das autoridades que não fazem nada nos casos. Vi um relato em uma entrevista de uma japonesa, que disse certa vez ser agredida na rua publicamente e ninguém fazer nada porque o agressor era seu marido, mas ela tomou iniciativa e mesmo contra a cultura de seu país, saiu dessa situação divorciando-se do agressor. Infelizmente não me lembro do nome dela, mas ela ficou famosa, fazendo palestras e escrevendo livros para ajudar outras mulheres. Já na Índia, cerca de 25 mil mulheres casadas são mortas por causa de dotes, são queimadas, esfaqueadas e por aí vai.
   
Em países como a África e Oriente Médio por exemplo, as mulheres tem suas genitálias mutiladas, e isso é totalmente ilegal , porém é praticado livremente. Há um termo usado para se referir a violência contra a mulher, FEMICÍDIO ou FEMINICÍDIO, o termo é usado para designar todo tipo de violência, seja verbal, sexual, assassinato, há casos de mulheres que são mortas apenas por serem mulheres, a ONU estima que pelo menos 5 mil meninas são mortas em nome da "honra" da família, pela simples suspeita ou caso de transgressão sexual (absurdo não ?!) Outra forma de agressão é o tráfico de mulheres para a prostituição em outros países, são tantas as formas que apavora só de pensar o que muitas podem estar passando enquanto escrevo aqui.
 

      E o que dizer sobre o Brasil né, acho que a maioria das mulheres se não foram agredidas, conhecem alguma que foi. Eu já presenciei uma vizinha minha sofrer agressão por anos, e era torturante não poder fazer nada, até grávida ela apanhava e por conta disso um de seus filhos nasceu com um probleminha de formação. É preciso combater essa violência, no Brasil a cada dia cresce mais os números de denúncias, mas poucas levam os casos até o fim, denunciam e continuam com o agressor.
    O mais triste é quando essas mulheres acham normal serem tratadas assim, algumas se desvalorizam, permitem serem usadas e abusadas de todas as formas, outras estão nessa situação por falta de coragem, de oportunidade. A agressão pode vim de um marido, de um pai, de um irmão, até mesmo de um desconhecido, e em todas elas é preciso denunciar antes que seja tarde demais.
 
 
     E foi devido a todas essas coisas que foi criado um aplicativo muito interessante para denunciar as situações de risco, que eu achei e talvez vocês ainda não conheçam. No final de Agosto surgiu o PLP 2.0. Esse aplicativo é ligado a uma rede com mais cinco pessoas de confiança usuária, entidades públicas e privadas como delegacias, órgãos de proteção etc. Esse projeto é uma extensão do programa promotoras Legais Populares ( por isso PLP), que atua no Rio Grande do Sul, essa ferramenta foi desenvolvida por ONGs como Instituto Geledés e THEMIS Gênero, Justiça e Direitos Humanos, já está disponível para smartsphones com sistema Android gratuitamente.

     Nós mulheres precisamos entender o nosso valor, e se um dia você for agredida, denuncie.
Quem bate uma vez, agride verbalmente etc vai fazer novamente, muitas "reconciliações" acabam em morte, então ligue para o número 180 e denuncie. Às vezes você tem uma vizinha ou até mesmo um parente passando por essas agressões, aconselhe, é muito difícil se meter em assuntos de casal, mas muitas não teriam sido mortas se alguém tivesse denunciado.

     Outro App para Android e IOS é o clique 180, desenvolvido pela ONU Mulheres e parceria com a Secretaria de Políticas para Mulheres da presidência da república. O aplicativo tem ligação direta com a central de atendimento à mulher.
Um outro tipo de crime que tem acontecido muito é o cibernético, meninas e mulheres que são expostas ao constrangimento em redes virtuais, um grupo de seis adolescentes de 16 anos criou um projeto para acolher essas meninas vítimas disso, há um espaço para conhecer outras vítimas, aprender sobre os direitos, a legislação para esses crimes (quem pensa que internet é terra sem lei, se engana ). O Nome do projeto  é For You, ainda não tem disponível o aplicativo, mas em breve será criado. Por enquanto usam a rede do Facebook  para cultivar o projeto ( CLIQUE AQUI). A princípio pode parecer uma página feminista, mas não é, os casos relatados lá são de reflexão para todas as mulheres. Parece ser um projeto legal. Enfim, tem muitos outros apps, sites, entidades destinados a denúncias de agressão, esses dois aplicativos eu achei interessante, mas foram só exemplos, acho uma ferramenta a mais para a mulher se proteger, mas o essencial é procurar sempre a delegacia especializada para denunciar e prosseguir até o fim para que o agressor seja condenado, na prática nem sempre funciona tão bem, mas acho de extrema importância abordamos esses temas. Chega de violência !!! 
 


Então meninas, eu vou encerrar o post, queria mesmo fazer vocês refletirem, pra gente conversar e dar nossas opiniões sobre esse tema. Espero que tenham gostado de minhas palavras, usei o site terra para pegar alguns dados,  AQUI podem confirmar. Imagens retiradas do Google, referente à campanhas. Até mais !!

57 comentários:

  1. desculpem o tamanho do texto, tentei resumir ao máximo, mas é tanta coisa que ainda deixei de escrever, ficará para um próximo post, mas o que vocês acham disso ? Não está na hora das mulheres sairem desse papel de vítimas ? Ganhar o respeito devido ? Eu fico chateada vendo cada dia mais casos de violência aqui no Brasil e tbm no mundo, acho que para muitas não é falta de informação, não sei pq algumas não reagem, deve ser difícil estar no lugar delas, eu só sei que eu não ficaria com alguém que me agredisse, espero a opinião de vocês amigas ! beijos

    ResponderExcluir
  2. Realmente esse é um assunto muito sério e que deve ter sempre um alerta , a cada 5 segundos uma mulher é agredida no brasil , e infelizmente a maioria não denuncia seus conjugues , vou dar uma olhada nesses apps para ficar por dentro , parabéns pela postagem!

    http://falandodtudoumpouco.blogspot.com.br/

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. são muitas as vítimas Angela, imagina as que não denunciam, os numeros seriam maiores =/
      obrigada pela opinião, beijos

      Excluir
  3. Um post muito importante para todas nós ler, infelizmente isso acontece com muitas mulheres que eu conheço, inclusive na minha familia e que no final acaba voltando pro cara, nessas horas ela também é culpada, não só o homem, pq eu acho q bateu uma vez vai bater sempre, dificilmente homem covarde muda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. exatamente Thaís, se a pessoa ficar nesse ciclo de vai e volta, nunca vai por um fim na agressão, sem contar que perde o apoio da própria família, eu espero que muitas mulheres leiam esse post e reflitam em suas vidas, para que não sejam mais uma vítima, um número em estatísticas, obrigada pela opinião, beijinhos

      Excluir
  4. Engana se quem pensa em mulher como sexo frágil... As mulheres vem conquistando cada vez mais seu espaço e merecidamente, e mesmo assim ainda existem quem as trate como objeto... Pessoas de mente limitada que não conseguem ver o potencial de outra pessoa... Mulheres não devem se calar jamais, pois é se manifestando que estão conseguindo seu espaço... Agressores precisam ser punidos por seus atos e ficar calada não vai te proteger de futuras agressões e sim tornar o caminho pra outras mais aberto ;)... Belo post... muito informativo e cheio de dicas... Blog top como sempre :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso ae Raamon, muito boa sua observação, obrigada pela participação
      beijoks :p

      Excluir
  5. É revoltante ver que alguns países ainda não são atrasados e desrespeitosos com as mulheres! Acho muito injusto.
    E as vezes essa violencia esta tao perto de nós, e não nos damos conta de como podemos ajudar!
    Espero que um dia haja justiça e que os agressores sejam punidos
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. revoltante msm Yasmin, tbm espero que os agressores sejam punidos como devem ! obrigada pela opinião, beijoks

      Excluir
  6. Eu fico revoltada com esse assunto porque acho um absurdo, inaceitável qualquer tipo de agressão a mulher. Esses casos de mutilação me revolta... coisa horrorosa né =/ eu fico triste, chateada e até com raiva quando falam desse assunto mas é preciso falar pois é algo importante e todos devemos ter conciencia. Suzi, tu arrasou nesse post. Um grande alerta principalmente para aquelas mulheres que até aceitam apanhar do marido/namorado o que for, pois muitas acham que isso é ''amor'' ae eu pergunto que tipo de amor é esse Jesus? Eu hein, gente estranha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm não gosto Barbara, e já não aguento mais ligar a tv e ver tantos casos de barbaridades contra as mulheres, mas o que querem é que nos calemos msm, por isso temos que falar, eu sei que muitas são as mulheres que entram aqui no blog, espero que se alguma estiver passando por isso, reflita e mude a situação, pq é possível mudar, como vc disse tem umas q parecem gostar d sofrer, mas acho que é medo, medo de não conseguir nada melhor, nao ter como se sustentar, nao ter apoio d ngm, as vezes é cultural, foi criada assim. Por isso acho importante as mídias divulgarem que isso nao é normal, pra ver se abrem os olhos, obrigada pela sua opinião Barbara, bjossss

      Excluir
  7. Oi Suzi!
    Vou começar meu comentário te parabenizando pela abordagem do assunto em seu blog. Infelizmente, mesmo sendo um tema tão presente em nossa sociedade, muitos ainda preferem tampar os olhos para ele. Sendo da área jurídica, fico completamente revoltada com essas situações.
    Em minha opinião, aquele que chega ao ponto de agredir a mulher que está ao seu lado não deveria ser chamado de homem e sim de covarde. Como mulher, defendo todas aquelas que sofrem desse mal e gostaria que todas tivessem coragem para denunciar as agressões que sofrem.
    Não vou deixar um comentário gigante aqui, mas só queria lhe dar os parabéns e dizer que você arrasou na escolha do post e espero que tenha chegado àquelas que precisam de um empurrãozinho para denunciar seu agressor.

    Beijos
    http://estantedafer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai que fofa, obrigada Fernada, eu quero usar o blog pra levar informações que ajudem as pessoas, pra que elas reflitam, eu gosto de escrever sobre tudo e prefiro coisas felizes, mas isso realmente está perto demais de todas nós pra fechar os olhos, se um homem tiver a audácia de me agredir pode ter certeza que sera a primeira e última vez, pq não vou esperar ser agredida novamente pra denunciar, mas nem todas pensam assim e cada situação é uma situação, acho q seria importante o estado ser mais ativo na proteção dessas vítimas, pra que elas tenham mais coragem em denunciar. Nossa justiça é muito lerda, mas ainda assim vale a pena lutar, espero que esse post alcance sim muitas mulheres, beijão Fe, obrigado pelo seu comentário

      Excluir
  8. refleti muito sobre esse texto pois ja teve acontecimentos na minha familia. A gradeço a Deus por nunca ter acontecido comigo. voçe fez um excelente post beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Renata, acho q todos conhecem uma história assim, bjos

      Excluir
  9. O meu TCC foi sobre violência doméstica contra a mulher, foi um tema muito discutido, muitas pessoas se interessaram e começaram a falar sobre um assunto, dando a sua opinião e tal. Eu não sabia que no Japão era normal agredir a mulher, eu até conheci um líder religioso descendente de japonês que era mesmo estúpido com a esposa, ele não agredia, não que eu saiba, mas ele censurava na frente de todos, e criticava mulheres na comunidade religiosa por usar apenas lápis de olho, tipo kajal, agora eu começo a entender pq ele era assim... violência psicológica também é crime, e ninguém pode fazer nada por nós a não ser nós mesmas! Adorei o post Suzi, bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante carol, gostaria d ler esse seu trabalho, no Japão e comum as mulheres serem tratadas estupidamente, tanto que muitas que estão financeiramente independentes não querem se casar mais, a cultura deles e q a mulher deve ser totalmente submissa ao marido, os filhos homens e q devem cuidar dos pais na velhice, por isso os orfanatos são basicamente de meninas q são abandonadas, já q a lei não permite q se tenha mais q 1 ou 2 filhos se não me engano liberaram o 2° filho justamente pq as mulheres não querem se casar, ser mãe, querem uma carreira e as q saem do país não voltam mais. Mas q bom q gostou do post Carol, bjos

      Excluir
  10. Parabéns pela iniciativa de falar sobre esse assunto tão importante! Algo muito sério que precisa ser resolvido, É muito revoltante viver em meio a tanta indiferença com esse desrespeito com a mulher!

    parabéns, que isso possa abrir os olhos e a mente de mais pessoas e juntos lutarmos contra isso!

    adorei o post beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jessica, o governo precisa ser mais ativo nesse combate tbm, isso pra mim já virou caso de segurança pública, e preciso penalizar mais severamente os agressores e proteger essas mulheres, espero q um dia isso melhore pq e triste demais ver todos os dias essa violência toda. Bjinhos

      Excluir
  11. Gente eu amei esse post! Muito se fala na internet mas esse post tá mega completo.
    A coisa que eu mais abomino é a violência contra a mulher, e que seja de qualquer jeito: Marido, namorado, o que for.
    Muitas mulheres tem esse problema e tem medo de relatar, pois o amiguinho que bate pode fazer coisa pior e etc, mas temos que alertar que pior é ficar em casa dormindo com o inimigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz q tenha gostado, não está tão completo qnt eu gostaria, ainda quero fazer um post relativo a cada país pra vcs verem como é sério demais o q está acontecendo e há muito tempo, mulheres q nem lutar podem, são praticamente escravas, mas no nosso Brasil, a cultura e diferente e msm assim e altíssimo o índice d violência doméstica, eu tbm acho melhor denunciar e enfrentar do q viver apanhando a vida toda, Beijo pra ti Marília

      Excluir
  12. Adprei o post eu tenho nojo desse ato cresci vendo meu pai bater na minha mãe dei Graças a Deus quando ela mandou ele ir embora !
    www.makeupdafrancy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa que chato isso, essas coisas destroem não só a mulher, mas a família toda, que bom que sua mãe pôs um fim. beijos pra ti e obrigada pela opinião

      Excluir
  13. Muito bom o post!! Assunto bem complicado né? Conheço casos assim, na minha família mesmo que a mãe do rapaz disse para a namorada dele não se envolver pq ele batia na ex mulher e bateu numa namorada e mesmo assim ela 1 mês depois estava grávida de 1 mês ... Apanhou depois dele algumas vezes mas se separou mas não por esse motivo. É complicado esse tema pq é difícil de entender o pq depois das agressões a mulher continua no relacionamento. Carência? O lado financeiro? Ruim com ele , pior sem ele? Os filhos? Medo? Eu realmente não entendo o pq permitir a 2ª vez, a primeira pode ser que seja uma surpresa mais vem a 2, 3 , 4 vez é complicado. Eu li essa semana casos na India envolvendo dotes, a família da noiva não paga ao noivo e a mulher que sofre depois com maus tratos,, surras quando não é a morte. Vi um caso que a mulher ficou 3 anos trancada no banheiro e sem ver a filha e só foi solta pq o pai dela foi a plícia pq tinha anos que não via a filha. Essa teve sorte pq foi libertada mas a filha não a reconhecia.

    lisa-more.blogspot.ch
    As aventuras de uma recém-casada em outro país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que caso triste esse, mas é assim mesmo na índia, as mulheres são extremamente maltratadas, elas eu até entendo que não tem como lutar muitas vezes, mas aqui no Brasil mal ou bem temos mais liberdade, ainda pouco mesmo estava vendo tv, e vi 2 casos de maridos que assassinaram suas esposas, será que isso não vai parar nunca ? Obrigada Lisa pelo seu comentário, beijoks

      Excluir
  14. É Suzi ainda bem que o mundo está mudando, e as mulheres estão conseguindo seu espaço, ser ouvida e está lutando pelos seus direitos. Ainda existem mulheres que sofrem esse e outros tipos de violência, mas tenho fé e com a luta de todos esse quadro está mudando.
    bjks www.emnovoestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim Wal, mas sinceramente acho que o que falta mudar são as leis, as punições. pq denunciar muitas denunciam, mas a justiça não faz nada, e a mulher acaba voltando com o agressor, se vc agredir qlq pessoa na rua, provavelmente será processada e até presa por isso, pq o mesmo não acontece com homens que agridem suas companheiras ? Mas tbm tenho fé que a coisa mude, enquanto isso tem q abrir os olhos das que tem medo e não fazem nada. Beijão pra ti

      Excluir
  15. Amei a postagem, não foi grande não, foi completamente precisa e informativa. A mulher precisa abrir os olhos, não ter medo ou vergonha, ninguém merece sofrer esses abusos! Parabéns pela iniciativa e pelo blog.

    www.vodkaescarpin.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Fernanda, esses assuntos precisam ser discutidos, estar disponíveis para reforçar a ideia de que não é normal sofrer agressão.

      beijoks

      Excluir
  16. Realmente seu post foi otimo, não importa que foi grande e sim que esta mt informativo. É muito triste viver em meio a tanta indiferença com esse desrespeito com a mulher, isso tem que ser mudado. beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Bruna, como mulher me sinto na necessidade de expressar minha tristeza contra tudo isso, o melhor de tudo é compartilhar com vcs e conhecer a opinião de cada uma, beijin

      Excluir
  17. Parabéns pelo post, nós mulheres temos que nos valorizar cada dia mais, muitos homens covardes acham que tudo que acontece em suas vidas é por culpa da companheira ou acreditam ser uma forma de extravasa a raiva que sente no momento, não somos sacos de pancada, problemas todos tem, mas devem ser resolvidos de forma civilizada, nenhuma mulher merece viver com medo. Parabéns o post foi preciso.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eliz pela sua opinião, concordo plenamente.
      bejin

      Excluir
  18. Um absurdo total .. nem sei o que dizer .. saber que ainda existe isso é imoral!

    Roberta Aquino
    Tal Mãe, Tal Filha Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais que imoral Roberta, está se tornando normal tbm.
      Mas enquanto houver mulheres que não admitem, e justiça que funciona,acredito que os machões que agridem mulheres, crianças, idosos ... vão acabar. beijos e obrigada pela participação

      Excluir
  19. Muito importante esse assunto, essas coisas tem que mudar, mas para isso acontecer precisamos de toda a população, o problema é esse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, se todos reagissem, com certeza seria diferente
      mas a verdade é que cada um está muito voltado para seus problemas, e só se toca da importância quando acontece com si próprio. Sinceramente eu não sei quem é o maior culpado nisso tudo, mas acredito que se houvesse mais segurança e proteção para as vítimas, elas teriam coragem de enfrentar seus agressores. beijos pra ti

      Excluir
  20. Nossa post muito interessante, o que mais vejo no noticiário é essas coisas.. os homens chegam até a matar... esses dias o homem tinha esfaqueado a namorada( tinham namorado 1 ano ela terminou e ele já se achava dono dela) ...E nem tem amor, quem ama não faz isso.. Isso se chama mais possessão! Bom saber do aplicativo!!!
    Mas tem a "Maria da Penha", até colocam o cara para fora de casa, mas a mulher perdoa, as vezes elas acham "melhor com ele, do que sem ele".... Quantos casos assim amiga.... A mulher precisa se amar em primeiro lugar... Mas é difícil, mesmo uma situação assim, muito dificil, teria de ter uma punição severa!!!
    lindo dia!!
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é Francisca, muitos casos mesmos, mas sabe qual o problema da lei Maria da Penha ? è como vc disse, muitas acham melhor com eles do que sem eles, nem sempre essa lei é aplicada, qnts matam e estão soltos ? E a mulher ao denunciar precisa levar até o fim, mas muitas como vc disse, acaba perdoando o cafajeste, muitas sabem q o cara não presta e msm assim se mete com ele,mas o meu post não é sobre esses detalhes, que são diversos, a questão é a violência em si como é em outros países, lá elas não tem a msm concepção que nós, fico triste como mulher,d ver tudo isso. Obrigada pelo seu comentário, beijos pra ti

      Excluir
  21. Esse é realmente um assunto muito interessante para nós mulheres! Muitas mulheres sofrem agressões caladas e deve haver mesmo uma iniciativa para que essas mulheres sejam encorajadas a denunciar. Achei muito interessante esses aplicativos! Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Carliane, tem que haver o encorajamento sim. Vivemos em um país democrático, livre, pelo menos na teoria é assim, as mulheres tem conquistado seu espaço, está mais que na hora de acabar com essa violência, na vdd todo tipo d violência é abominável, mas escolhi esse tema pra começar esses assuntos, pq está cada vez pior. Obrigada pelo comentário, beijos querida

      Excluir
  22. Infelizmente isso ta acontecendo a toda hora, vejo direto na tv notícias de mulheres vitimas da violência..... Adorei que vc fez esse post e merece ser divulgado muito.
    As leis tem que ser mais severas e as mulheres também tem que tomar muito cuidado com quem se relaciona, minha prima já foi espancada pelo namorado e mesmo assim continua com ele... não consigo entender esses tipos de mulheres. A família já denunciou mas até hoje ele nunca foi preso. Só peço pr Deus que não aconteça algo pior.
    Acredito que em primeiro mulher a mulher deve impor seu valor e passar a se amar mais.

    www.beabadabeleza.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que triste Drii, mas a familia denuncia e a vítima não confirma e prossegue, a justiça não faz nada msm, eu tbm não sei o que levam algumas mulheres a permanecer com esse tipo de homem, mas importante elas verem a opinião de mulheres que não aceitam isso, quem sabe criam juízo ne? Amor próprio é necessario, Drii obrigada pelo seu comentário, beijos

      Excluir
  23. Sempre bom lermos algumas coisas fortes assim para refletirmos mais sobre a vida e quanta maldade e covardia está espalhada por aí.
    Eu já passei por isso, não desejo a ningém. Tive um ex super posessivo e cimento. Foi uma história mega trágica, mas que teve um fim. Mas passei por momentos, horrorsos que não gosto nem de lembrar.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lamento que tenha passado por isso Juliane, mas vc então entende bem o que muitas mulheres passam não é, graças a Deus vc saiu de tudo isso, tenho certeza que vc aprendeu uma grande lição tbm, vc se valorizou, teve coragem de sair dessa relação, com certeza vc é uma mulher forte agora, que sabe o seu valor. É isso o que muitas precisam aprender tbm, obrigada por partilhar a sua experiência, que ela sirva de exemplo pra quem passa por isso que é possível sim sair d uma relação violenta. beijos pra ti

      Excluir
  24. Esse assunto deveria ser mais discutido nas mídias, principalmente em revistas, já pensou se a cada revista de moda, arquitetura, culinária que se vende por dia tivesse uma página falando sobre a violência com as mulheres? Acho que seria até mais fácil as que são agredidas denunciarem, pois veriam que todos estão dando apoio para esse tipo de problema, mas infelizmente ainda não é assim, o jeito é torcer para que isso mude logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seria interessante msm, até pq o maior público dessas mídias são mulheres
      acho que qnt mais pressão em cima disso for feita, mas as autoridades e as próprias mulheres se sentiriam mais apoiadas. beijos Sabrina, obrigada pelo comentário

      Excluir
  25. Eu sempre pensei assim bateu uma vez bate sempre
    eu ja sofri com isso tambem e te digo é horrivel
    nos sentimos a pior pessoa do mundo e nos perguntamos
    o que fizemos para merecer isso
    alem da humilhação deixamos de nos sentir mulher
    e mta vezes nao contamos a ninguem por vergonha e medo
    eu que ja passei por isso eu sei
    nao nego q ate hj tenho medo de meu ex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que chato Milena, eu não gosto de criticar as mulheres sabe, ah q gostam de apanhar e tal, pq ngm sabe o que se passa, mas eu acredito sim que é medo, humilhação, vergonha, mas se houvesse mais segurança e maiores punições seria mais fácil, embora eu tbm acho que msm com medo é preciso enfrentar, ficar apanhando até mesmo ser morta que nem acontece com algumas, tbm não é a solução, ainda bem q vc saiu disso e através da sua experiência pode aconselhar outras mulheres, beijos Millena

      Excluir
  26. Acho super errado esse negócio de violencia contra mulher, pra mim, em mulher não deve bater nem com uma flor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é muita covardia, qlq tipo d violência é errado, mas contra a mulher é muita covardia, pq a maioria dos agressores não enfrentam outros homens, só gostam de agredir mulheres, mas mulher apesar d mais fraca em força física, não é frágil não, tem q se impor e denunciar msm. beijocas Karla

      Excluir
  27. É difícil, muito difícil.. Nunca me imaginei nessa situação, mais imagino o que se passa com uma mulher que sofre esse tipo de coisa, deve ser mesmo muito humilhante e dolorido, realmente eu vejo que quem bate uma vez, bate sempre..É terrível, não fiquem caladas mulheres, não fiquem.. Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade, bate uma vez vai bater a segunda. Essas mulheres precisam de ajuda psicológica, judicial ... eu tenho esperanças q um dia vai haver mais igualdade entre ambos os sexos. beijos pra ti

      Excluir
  28. Esse assunto é uma coisa muito dificil de se debater. Sou totalmente contra a violência feminina. Sou feminista e tenho o maior prazer de falar sobre o assunto. Pena que infelizmente existem pessoas que não gostam do assunto ou são diretamente ignorantes, acham que mulher é o "burro de carga" do homem e até mulheres mesmo, dizem que toda mulher deve ser submissa por que não é dessente. Eu simplesmente tenho ódio de quem pensa que mulher tem que ser assim, assim e assado... Bater é errado. Principalmente numa mulher.

    ~ Beijos ♥ ~ | Tentando Esquecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc Sthephanie, é um assunto complicado, mas é pra debater sim. Eu fiquei feliz com esse post, não coloquei tudo q queria, mas expressei minha opinião e vi mulheres expressando tbm, essa liberdade tem q ir para as nossas vidas, mulher não é inferior a homem pra se submeter a agressões, elas só tem q perder o medo e enfrentar, ter apoio, quantas mulheres bem sucedidas em suas carreiras, conquistando seu espaço, porém é vítima d violência doméstica ? Isso é mais comum do q se pensa, gostei muito da sua opinião querida, beijos pra ti

      Excluir
  29. penso exatamente como você, não tem jeito, quem bate uma vez, sempre vai repetir a dose,querida!
    Bjus e bom domingo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. triste realidade né Elyane, bjoks pra vc tbm !

      Excluir

Obrigada pelo seu comentário, é muito importante ler sua opinião...
Caso queira resposta para seu comentário, marque a caixinha"notifique-me". Podem entrar em contato direto pelo formulário do blog que está no rodapé.
Obrigada pela visita, volte sempre!

Tecnologia do Blogger.