Filme : Êxodo - Deuses e Reis

Olá galerinha, eis me aqui para contar a vocês o que achei do filme "Êxodo", o filme foi lançado em 25 de Dezembro e aqui no meu bairro já está saindo de cartaz. Se você viu no cinema ou ainda não viu, vem conferir a minha opinião, já adianto que tem spoiler sobre cenas do filme, minha opinião é muito particular  portanto vocês podem discordar e opinar a vontade, ok ? Vamos então ao que interessa !!
Exodus é uma adaptação da história bíblica do Êxodo, segundo livro do Antigo Testamento. O filme narra a vida do profeta Moisés (Christian Bale), nascido entre os hebreus na época em que o faraó ordenava que todos os homens hebreus fossem afogados. Moisés é resgatado pela irmã do faraó e criado na família real. Quando se torna adulto, Moisés recebe ordens de Deus para ir ao Egito, na intenção de liberar os hebreus da opressão. No caminho, ele deve enfrentar a travessia do deserto e passar pelo Mar Vermelho.
Elenco: Christian Bale, Joel Edgerton, Aaron Paul
Direção: Ridley Scott
Gênero: Drama
Duração: 149 min.
Distribuidora: Fox Films
Classificação: 14 Anos


Bom a história já é super conhecida, judes, católicos e evangélicos tem essa passagem da bíblia como fonte de inspiração e fé. Tecnicamente sou evangélica, mas prefiro me intitular apenas Cristã, fui assistir o filme sabendo que não seria uma cópia fiel do que está escrito na Bíblia e que o diretor Ridley Scott faria muitas mudanças. Esse foi um dos dois filmes do Antigo Testamento a ser lançado no mesmo ano com grande orçamento, o outro foi Noé e não teve críticas tão positivas.
Abaixo o ator Christian Bale sendo dirigido por Scott, o que será que estavam falando ? 
Para quem não sabe ou não se lembra, Scott foi diretor de grandes sucessos, entre eles destaco: Alien, o 8º passageiro (1979), Até o limite da Honra (1997) com a Demi Moore, Gladiador (2000), Hannibal (2001), Falcão Negro em perigo (2001), Cruzada (2005), O Gângster (2007), Rede de mentiras (2008), Robin Hood (2010), Prometheus (2012), que inclusive terá o segundo filme com estréia programada para 2017 e agora em 2015, lá para Novembro teremos The Martian ... Ufa, tem muitos outros que não citei, achei importante citar esses filmes para que vocês entendam minha opinião a seguir, eu sou fã de Scott pois cinco filmes dirigidos por ele estão na minha lista de prediletos (Gladiador, Hannibal, Cruzada, O Gângster e Hobin Hood).

Nesse projeto de adaptar êxodo, eu esperava mais, sendo Scott agnóstico era de esperar que ele não daria tanta importância aos milagres, ao poder divino etc... minha opinião se divide em duas partes, tive dois sentimentos ao ver o filme. Do começo até as pragas lançadas sobre o Egito, eu estava gostando muito do filme, li algumas críticas que diziam que os atores estavam sem emoção, mas discordo, 
achei que Christian Bale (Moisés) e Joel Edgerton (Faraó Ramsés II) interpretaram bem seus papéis. Christian já havia interpretado outro personagem no filme Maria, mãe de Jesus (1999) onde interpretou Jesus de Nazaré.
 O filme veio com uma proposta bacana, mas se você for ao cinema esperando ver a cópia das escrituras, vai se decepcionar. Scott fez sua própria versão, deixando algumas coisas para gente identificar o filme e não achar que estava em uma outra obra de ficção.
O Moisés de Scott está mais crítico, no filme ele é uma espécie de general de guerra, as cenas de batalhas são ótimas, os efeitos visuais lindos e vistos em 3D ficam muito melhores.
O filme começa contando a relação de Moisés com sua família egípcia, nos mostra como ele era querido em seu lar, se falava muito em rivalidade entre ele e Ramsés, mas no filme sinceramente não vi muito isso, Ramsés era meio lerdo, desligado e seu pai até preferia que Moisés o sucedesse, mas por não ter o sangue isso era inválido. Ramsés II assume o trono após a morte do pai governa o Egito, aparentemente bem mas um tanto egoísta com seu povo, sendo sempre aconselhado por Moisés a tomar decisões. 

A vida de Moisés só começa a mudar quando ele vai a Piton (inclusive isso está na Bíblia em êxodo 1:11 que diz: "E os egípcios puseram sobre eles maiorais de tributos, para os afligirem com suas cargas. E edificaram a Faraó cidades de tesouros, Piton e Ramessés.")
Essa cidade no filme é onde os escravos hebreus viviam e trabalhavam para suprir de tesouros o Faráo Ramsés II, o atual Faraó enviou Moisés para averiguar os pedidos do governador de Piton, chegando lá viu como os escravos viviam em condições desumanas, sobre castigos corporais, pouca comida e habitação precária.
 Moisés indo até lá para investigar, viu a situação e ali começou  um sentimento de compaixão, até então não sabia sua história de vida. Ao chamar os anciões para conversar, pois o encarregado tinha medo de rebeliões pois os hebreus eram muito maiores em número do que os soldados daquela cidade, conheceu um homem chamado Nun, interpretado por Ben Kingsley que curiosamente fez Moisés no filme de  1995 (Bíblia Sagrada - Moisés) . 
Futuramente Nun viria a contar a Moisés como ele foi parar no palácio do Faraó,sendo criado como príncipe.  
Dois hebreus que ouviram tudo contaram ao responsável pela cidade, que contou tudo ao Faraó, mandou chamar Miriam a criada (também irmã de Moisés e que o criou) para confirmar a história, ela negou ... mas Ramsés ávido por respostas ameaçou cortar o braço dela e assim Moisés admitiu ser tudo verdade. 
Ele foi expulso da cidade, assim foi caminhando por lugares desconhecidos até chegar em um povoado, onde conheceu Zípora. Após um tempo trabalhando como pastor para o pai dela, casou-se e tiveram um filho o qual deram o nome de Gerson .... tirando algumas incoerências com a Bíblia o filme estava seguindo um roteiro compreensível. 
No filme Deus é retratado como uma criança, um tanto mimada por sinal que decide usar Moisés para libertar o povo da escravidão, sinceramente não gostei dessa parte, para mim quando se referem a Deus é preciso cuidado para não ferir a fé. Mas compreendi a visão do diretor (visão agnóstica né !). Após 9 anos, desde que saiu do egito, Moisés retorna e começa a treinar o povo para guerrear e iniciar a libertação. Porém sem muitos resultados, a situação não muda e só piora. Deus decide agir então punindo os egípcios.

Apesar  das mudanças na história eu me encantei com uma nova versão dos fatos, pois na arte tudo é adaptável e é isso que faz dela tão libertadora, usar a imaginação nos conduz a novos ares. Foi um dos motivos de eu querer assistir o filme, uma versão um pouco diferente das demais é sempre bem vinda.
Porém meu sentimento começou a mudar no lançamento das pragas, o diretor deu uma explicação mais plausível que a da Bíblia, mais aceitável na verdade para aqueles que não creem no poder divino, pois quando falamos das escrituras muitas coisas são impossíveis aos nossos olhos e através da fé que cremos em tudo. Tudo bem o diretor quis dar sua visão dos fatos baseado na ciência, eu respeito isso. 

Só que na Bíblia antes de cada praga Moisés e Arão iam até o Faraó para avisar, no filme foi uma atrás da outra como um efeito em cadeia por causa da primeira, quem viu ou verá o filme me entenderá. Aí na última praga que causou a morte dos primogênitos egípcios não houve explicação científica, nem aceitável ao entendimento humano deixando transparecer algo a mais por trás de Moisés e do povo hebreu. Afinal de contas Scott, foi ou não foi Deus ? 
Mas a parte que mais me desanimou foi sem dúvida o mar que não se abriu, gente essa era a parte mais esperada, imagina como seria isso em 3D ! 

Mais uma vez o diretor resolveu por uma explicação científica para como os hebreus atravessaram o mar, como disse meu namorado... ele tentou se redimir ao "fechar" o mar. Parei com o spoiler pessoal, vão ter que assistir para saber (risos).

Em pensar que esse é o terceiro filme com parceria entre Scott e Steven Zaillian (roteirista) os dois trabalharam juntos em Hannibal e O Gângster. Eis porque eu esperava bem mais.

Nos EUA o filme liderou na estréia, as bilheterias arrecadaram cerca de US$ 24,5 milhões, a expectativa da 20th Century Fox era bem maior, pois o orçamento do filme girou em torno de 140 milhões de dólares. Dizem que Noé, rendeu o dobro e teve críticas mais favoráveis que Êxodo. O site Rotten Tomatoes, que faz a média da crítica americana teve uma rejeição épica para o filme, apenas 28 % aprovou, a expectativa da produção se voltou para países com maior índice católico, como Brasil e não foi a toa que foi lançado logo no dia 25 de Dezembro (puro marketing). 

Mas eu acho que para atingir o público cristão em geral o filme teria que ter se baseado mais na bíblia, o filme pareceu mais querer agradar ateus, cientistas e pessoas que não acreditam na história. Acho que o diretor deu um tiro no próprio pé querendo mudar coisas importantes no filme.

Fiquei então com esses dois sentimentos, decepção e encantamento. Eu esperava bem mais de uma produção dirigida por Scott, é muito difícil pegar uma história tão conhecida e tendo tantas versões e fazer melhor, mas era possível e tenho para mim que se tivessem seguido os acontecimentos que a Bíblia relata teria ficado muito melhor, pois sem dúvida os relatos dela são bem mais emocionantes. Não é a toa que é tão conhecida essa passagem. O filme não entrará para minha lista de favoritos, uma pena... eu só fui assistir porque após ler muitas críticas negativas, eu queria ver com meus próprios olhos e formar minha opinião, quem sou eu para julgar Ridley Scott... sou apenas uma telespectadora !

Mas eu incentivo que assistam e tirem suas conclusões, minha nota para o filme numa escala de 0 a 10 é 6. 

Mas eu gostei muito da fotografia, dos efeitos, da caracterização, dos cenários... achei ótimo o trabalho dos maquiadores no processo de envelhecimento de Moisés. E fora o filme valeu a pena a saída com pessoas que gosto: namorado, cunhada e cunhado. A pipoquinha, o telão, os efeitos tudo isso valeu a pena... mas a história em si não me comoveu nem um pouco, meu filme bíblico preferido ainda continua sendo 
"A paixão de Cristo", dirigido por Mel Gibson... estou a espera de um que o tire do topo mas acho meio impossível rs.
O filme Exodus serviu para uma coisa, por causa dele eu fui pesquisar mais sobre provas arqueológicas e tal, quanta coisa interessante. Desculpem os spoilers pessoal, mas eu precisava desabafar,  dar minha opinião e quero muito que vocês também opinem. O filme ainda está em cartaz em muitos lugares, então veja e forme sua opinião também, pode ser bem diferente da minha. Então até o próximo post amigas(os), muito obrigada por visitarem meu blog. Beijos !

31 comentários:

  1. Que legal esse filme, estou louca para ver!!!
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espero que goste mais do que eu ^^ bj

      Excluir
  2. Assisti o trailer e fiquei encantada com tudo, as imagens, a produção, os atores e estou louquinha pra assistir. Adorei sua resenha e só me deixou inda mais curiosa. Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando assisti o trailer tbm fiquei, podia ter ficado melhor o filme ... mas tbm fiquei curiosa e quis ver para ter minha própria opinião, realmente as imagens são lindas e em 3D os efeitos são bem legais, só achei a narrativa incoerente e com buracos mal explicados. Assisti e ver o que acha, beijos

      Excluir
  3. E ae lindona!!!! Ai eu assisti esse filme e achei apenas o pior filme de 2014. Nada nele me cativou e olha que quando o filme estava em pré-produção eu fiquei animada com o cast, mas qnd fui assistir, vish um horror. Ainda bem q nao assisti no cinema senao, teria ficado boladona kkkkkkkkk
    Ficou bacana sua resenha ;)
    Bjo lindona <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Barbara, eu me animei tbm na pré-produção, os trailers mas mexeram demais. Até curti algumas coisas, embora muito mudadas ... mas fui assistir no cinema em 3D, sai do cinema sem saber o que dizer viu, tanto dinheiro investido e fazem isso ? hahaha Scott caiu no meu conceito depois desse filme. beijocas lindona, obg pelo comentário sincero ^^

      Excluir
  4. Estou querendo assistir
    ainda não pude, gostei muito da resenha
    e claro você tem que dar sua opinião sim

    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. assisti sim Nanda, ter nossas opiniões é essencial na vida. beijos

      Excluir
  5. Também não gostei. Noe foi uma adaptação da historia com adições simbólicas cabalistas eu amei. enquanto que Exodus me pareceu um tentativa de tirar fatos ou detalhes de uma historia colocando outra, deixando o telespectador sem pedaços do quebra cabeças. O moisés bíblico é apenas um resumo escrito tanto dos livros judaicos quanto da oralidade, e esse filme exodus só diminuiu mais ainda... Então que o povo não substitua o antigo moshe "biblico resumido" por esse no filme que descaracterizou o Egito completamente onde parece sem um povo medievais (grego/romano) com puro anacronismo, e ainda jogaram um guerreiro "moisés medieval" Assistiria novamente encarando ser outra historia, e renomearia o nome de Exodus . Muito sua postagem Suzi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noé fantasiaram muito, mas exodus foi pior msm. Como vc disse o moisés da bíblia é resumido, então criaram um novo personagem sem nenhuma semelhança. Até curti Midian o Moisés medieval kkk achei bacana. Mas as incoerências do filme foi massante, tbm tive a sensação de estar assistindo um filme épico com outros povos. Eu tbm acho q a história teria funcionado se não fosse inspirada no êxodo da bíblia, para mim não conseguiram passar uma ideia boa, o filme tinha tudo para alavancar bem a bilheteria, boa imagem, atores competentes, efeitos bacanas, mas não passou emoção, não encaixaram as peças e por isso não gostei, achei que seria bem melhor.

      beijos e obrigada pela opinião sincera :*

      Excluir
  6. EU tinha visto falar desse filme, mas não tinha visto resenhas ainda, gostei !
    Sou Evangélica e sim eu quero assistir pra ter minha opinião sobre esse filme haha
    Eu assisti o Filme de Noé e não gostei :\
    Beijos ♥ O Melhor de Mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é bom Micaely, assista e conclua o que acha... o filme não foi feito para cristãos isso é evidente, mas se encarar como uma obra de ficção ele pode ser interessante. Minha dica:
      Encare como uma obra de ficção, adaptada ao gosto do diretor. beijos

      Excluir
  7. Oii Suzi achei muito interessante esse filme e fiquei curiosa para assistir!
    Beijos ♥
    http://detudoumpoucosil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá, pode ser interessante se encarado como obra cinematográfica... eu não curti muito não por causa da mudança da história, mas teve cenas bem legais. beijos

      Excluir
  8. Nossa é muita ação do jeito que gosto
    Eu não vi ele ainda, mas por você ter dado nota 6, não podemos esperar muito né? rsrsr
    mas mesmo assim fiquei curiosa de ver, sua resenha ficou perfeita
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é interessante para quem não acredita na bíblia ou que gosta de novas versões, bom a verdade é que não estavamos la para saber se foi ou não tudo verdade, mas assista e quem sabe gosta né, gosto são coisas individuais. Dei nota 6 pq faltou muita coisa para encaixar bem a adaptação que fizeram, tem ação, bons atores e efeitos legais, mas nao me comoveu Thelma, sendo que êxodo é uma história tão emocionante. Não entendi bem o que o diretor quis fazer, parece que ficou em cima do muro tentando agradar cristãos e ateus. beijos

      Excluir
  9. Não curto muito esse tipo de filme, mas esse parece ser bem legal
    bjcas
    www.estou-crescendo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não gostei muito pelos fatos que citei no post, decepcionante !

      Excluir
  10. Essa parte do mar não se abrir eu vi muita gente reclamar. Obviamente o diretor fez do jeito que queria, mas a meu ver isso faz que as pessoas recorram a Bíblia para ver como é.

    Blog Make-Lovers| Fan Page | Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. poxa foi decepcionante Bruna kkkkk a melhor parte da história e os cara tiram isso, tudo bem que ele adaptou ao modo dele, mas é impossivel o povo não comparar com a bíblia, então não se baseassem nela u.u mas tem coisas q se salvam no filme, mas na minha opinião foi a decepção de 2014. beijocas

      Excluir
  11. Este filme estava em cartaz aqui na minha cidade mas não fui assistir, acredita que nunca assisti filme religioso nas telas do cinema? A atuação do Cristian deve ter sido ótima, afinal ninguém fez Batman melhor que ele. Feliz 2015 pra você! Beijos, Érika

    www.queroseralice.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tbm foi o primeiro com tema biblico q vi no cinema rs olha o Christian eu acho um excelente ator, tbm acho o melhor q ja fez o Batman... e como Moises ficou bem tbm dentro da proposta do filme, inclusive ele ja tinha interpretado Jesus em outro filme ... ou seja, ja tinha experiencia hehe beijos

      Excluir
  12. Oi Suzi! Olha, foi o primeiro que assisti esse ano. Vi as pessoas reclamarem mas nesses pontos que vc falou mesmo, não com tanta polêmica como foi com Noé!
    Mas temos que aceitar, é uma adaptação.
    Gostei da visão do Scott que vc colocou e gostei mt das atuações também.
    Beijooooooos

    Blog Coisas da Juu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, engraçado aqui no Brasil teve menos polêmica sim mas nos EUA Noé foi mais bem aceito rsrs eu prefiro esse êxodo a Noé. Ficou faltando coerência dentro da proposta do Scott, por isso nao gostei. Nem foi o fato de mudarem radicalmente algumas coisas pq e realmente foi uma adaptacao. Mas eu acho a versão biblica muito mais emocionante e legal, teria ficado lindo em 3D o mar se abrindo kkkkk ainda nao aceitei esse fato, mas beleza a vida segue e fico feliz de ter visto. Beijos

      Excluir
  13. Conheço o filme, mas vi há alguns anos!
    A parte do mar abrir era linda demais e emocionante, mas essa versão não conheço!
    Bjus querida e lindo post!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muitas versoes, algumas segue a risca os relatos biblicos e na minha opiniao sao os melhores filmes. Esse mudaram muita coisa inclusive o mar nao se abre deram outra explicaçao para a fuga do povo. Uma versao aceitavel mas bem sem graça kk mas vale a pena assistir pois cada um tem seu gosto particular, beijocas querida

      Excluir
  14. Oi Suzi!

    Menina estou bem por fora da programação do cinema... hehe
    Eu não curto muito filmes nesse estilo, mas a história parece ser bacana. Vou ver se consigo assistir pela internet mesmo.

    Bjos

    Nessa Luzardo
    www.espacosemprebella.blogspot.com
    @blogespacosemprebella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, eu gosto de filme de ação e épico, esse filme tinha isso e mais, mas comparado com a biblia totalmente diferente. Eu achei q seria boa uma nova versao, mas nao curti muito certas coisas relatadas no texto. Mas assisti ... pode ser q goste pois nao esta nada religioso. Beijos

      Excluir
  15. Eu ainda não vi o filme e fiquei super curiosa pra ver essa produção.
    Gosto de temas bíblicos e históricos.
    São super emocionantes.
    Bjks
    www.maevaidosa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreia... tbm gosto do tema e por isso nao curti tanto qnt pensei esse filme. Em termos historicos esta lindo e bem interpretado, mas em termos biblicos tem muito pouco da historia narrada nas escrituras, mas assisti e ver o q acha. Beijocas

      Excluir
  16. Em que locais o filme se passa?

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário, é muito importante ler sua opinião...
Não encha os comentários de links, pois será considerado spam.
Caso queira resposta para seu comentário, marque a caixinha"notifique-me" no comentário. Podem entrar em contato direto pelo formulário do blog lá embaixo.
Obrigada pela visita, volte sempre!

Tecnologia do Blogger.